[news] PlayStation 4 surpreende.


Mesmo com hardware modesto, PlayStation 4 surpreende – e mostra jogos com visual incrível



O console foi anunciado ontem à noite num evento da Sony, que começou com certa apreensão. Durante os primeiros 50 minutos, a empresa mostrou o joystick do PlayStation 4 (muito parecido ao atual, exceto por um pequeno touchpad e pelo botão Share, que serve para compartilhar clipes do game que você está jogando) e algumas novidades interessantes, porém não empolgantes – o PS4 liga instantaneamente, tem um serviço online bem melhorado e permite usar o console portátil PlayStation Vita como segunda tela.
O hardware do PlayStation 4, que já havia vazado e foi parcialmente confirmado, é: processador AMD “Jaguar” com oito núcleos de 1,8 GHz, 8 gigabytes de memória RAM. O chip de vídeo, especula-se, seria equivalente a um AMD Radeon 7850. Um conjunto bom, mas não melhor do que um PC top de linha. Pelo contrário, até (a velocidade individual de cada núcleo é baixa, e a Radeon 7850 é apenas a quinta placa mais rápida na linha AMD). Em tese, o PS4 não seria capaz de fazer nada que um PC já não possa fazer. Era isso, mais a demora em mostrar os games propriamente ditos, que gerava o clima de apreensão. O PS4 iria decepcionar?
Mas aí, finalmente, veio o primeiro jogo: o shooter futurista Killzone: Shadow Fall (selecione a opção 720p para ver o vídeo em alta qualidade). Ele mostrou um visual realmente incrível, com gráficos nunca vistos em um jogo. Repare na quantidade de elementos independentes (prédios, veículos, pessoas), no tamanho dos cenários, na quantidade de efeitos (fumaça, faíscas, fogo, folhas, vento), na interação entre tudo isso. O resultado não é fotorrealista; ainda dá pra perceber que se trata de um jogo. Mas um jogo como nenhum outro, que dá um salto grande – e faz até o novo Crysis 3, o game mais avançado dos PCs, parecer pobre.
Em seguida, foram mostrados mais alguns jogos do PlayStation 4. Os que mais chamaram a atenção foram o game de corrida Driveclub, os jogos de ação inFamous: Second Son e Deep Down, e a incrível simulação de um rosto humano.
Bem impressionante. O único porém é que, para que os games sejam assim tão bons, os desenvolvedores terão de trabalhar muito mais:  porque tudo o que aparece num game, qualquer um, é criado à mão (usando diversas ferramentas, porém manualmente). Isso significa que os orçamentos dos jogos devem explodir – o esperado GTA V, que chega no final do ano, vai custar US$ 137 milhões. Ou seja: o PlayStation 4 permite que os games tenham visual de cinema. Mas exige orçamentos de cinema também.
A Sony não mostrou o console propriamente dito, nem revelou seu preço. Essas informações deverão ser divulgadas na feira de games E3, em junho, quando o sucessor do Xbox 360 será revelado. A apresentação do PS4 foi bastante impactante, e a Microsoft terá de se esmerar para apresentar algo à altura. Quem sabe, com uma arma secreta.

Fonte: Abril

Custom Search

 
Traduzido Por: Template Para Blogger